Ir para o conteúdo

previsao-orcamentaria-do-condominio

Dentre as principais tarefas realizadas pela administração do condomínio, a elaboração da previsão orçamentária é uma das atividades de maior criticidade. 

Neste artigo, você irá descobrir o que é a previsão orçamentária, qual a sua importância para a manutenção da saúde financeira do condomínio e como ela pode ser elaborada. Continue a leitura! 

O que é a previsão orçamentária do condomínio? 

A previsão orçamentária é o planejamento do fluxo de receitas e gastos do condomínio para o ano seguinte. Nela, contém a análise e contabilização das despesas e recebimentos dos últimos anos, que tem como meta gerar estimativas para os próximos períodos. 

Os principais objetivos deste planejamento são: 

  • Melhorar a mensuração de resultados; 
  • Verificar os meses com maiores índices de inadimplência; 
  • Auxiliar na tomada de decisão; 
  • Preparar para possíveis imprevistos. 

Dessa forma, saber como realizar o planejamento orçamentário é o primeiro passo para a execução de uma excelente gestão financeira. 

Como fazer a previsão orçamentária do condomínio? 

A elaboração da previsão orçamentária do condomínio envolve a análise de receitas e despesas. Por isso, é essencial conhecer o significado dos termos para a produção de um planejamento assertivo: 

  • Receitas: são todos os valores referentes aos recebimentos das atividades do condomínio, como taxas condominiais e alugueis de espaços. 
  • Despesas: são todos os gatos que não geram receita, mas que existem para que ela seja obtida. Ex.: água, luz, internet, salários de colaboradores, contratação de terceiros. 

Após entender a diferença entre os conceitos é possível iniciar a elaboração do planejamento. 

O primeiro passo é fazer o agrupamento de receitas e despesas mensais do condomínio dos últimos anos.  

O ideal é que as informações sejam relativas, no mínimo, aos dois anos que antecedem o período vigente, de modo a gerar maior assertividade na mensuração. 

Com os valores agrupados, serão iniciadas as primeiras análises. 

A previsão orçamentária é definida através da média de receitas e despesas do mesmo período nos anos anteriores e projetada para o ano seguinte. Funciona da seguinte forma:   

X = Previsão Orçamentária de receita/despesa para um determinado mês. 

X¹ = Despesas/Receitas do mês do ano 1. 

X² = Despesas/Receitas do mês no ano 2. 

X³ = Despesas/Receitas do mês no ano 3. 

N = Quantidade de anos estudados.    

Segue a fórmula:  

X = (X¹ + X²…+X³) / N

 

Exemplo 1:  

O objetivo é calcular a previsão de despesas para o mês de janeiro de 2022, tomando como base os anos de 2020 e 2021: 

Despesas no mês de janeiro de 2020: R$ 10.000,00  

Despesas no mês de janeiro de 2021: R$ 11.548,00   

Previsão Orçamentária de despesas para o mês de janeiro de 2022 =  

(R$ 10.000 + R$ 11.548) /2  

 Previsão Orçamentária de despesas para o mês de janeiro de 2022 = R$ 10.774 

 

Exemplo 2: 

O objetivo é calcular a previsão de receitas para o mês de março de 2022, tomando como base os anos de 2019, 2020 e 2021:  

Receitas no mês de março de 2019: R$ 6.500,00  

Receitas no mês de março de 2020: R$ 8.000,00  

Receitas no mês de março de 2021: R$ 10.587,00 

 Previsão Orçamentária de receitas para o mês de março de 2022 =  

(R$ 6.500 + R$ 8.000 + R$ 10.587) / 3 

 

Previsão Orçamentária de receitas para o mês de março de 2022 = R$ 8.362,33 

 

Esse cálculo deve ser feito para todos os meses do ano, tanto para receitas quanto para despesas do condomínio. Ao final, os números deverão ser agrupados para gerarem os valores de receitas e despesas previstas para o ano.  

É importante lembrar que os valores precisarão ser comparados com a realidade atual e utilizados como base para o planejamento de estratégias futuras. 

Como analisar a eficácia da previsão orçamentária? 

Assim como o próprio nome faz referência, a previsão orçamentária é um direcionamento, ideia e estimativa sobre os valores a serem recebidos e gastos no próximo ano. 

Dessa maneira, esses valores irão sofrer a interferência de imprevistos que poderão surgir no dia a dia do condomínio: 

  • Aumento ou diminuição do número de condôminos; 
  • Contratação e demissão de colaboradores; 
  • Elevação dos preços de produtos de manutenção e demais recursos a serem utilizados. 

Portanto, a principal estratégia está em realizar a comparação entre os valores previstos e realizados, confrontando a realidade vivida no período e o que diferiu dos valores gerados na época de elaboração da previsão. 

Qual o período ideal para fazer a previsão orçamentária do condomínio? 

É comum que os principais planejamentos do condomínio sejam realizados nos períodos de início e final de ano, mas isso não é regra. 

Consequentemente, a elaboração da previsão orçamentária do condomínio poderá ser realizada em qualquer período do ano, considerando as variáveis percebidas no momento e desenvolvendo estratégias para que elas não gerem impactos financeiramente significativos. 

Quem precisa aprovar a previsão orçamentária do condomínio? 

Assim como as principais decisões que afetam as rotinas e gerenciamento do condomínio, a previsão orçamentária deverá passar pela aprovação dos condôminos em assembleia. 

Nesse momento, é essencial que o síndico informe a importância do planejamento e como os resultados foram elaborados, bem como as estratégias a serem adotadas para amenizar possíveis dificuldades financeiras do condomínio. 

A previsão orçamentária é uma das principais estratégias de gestão para garantir a saúde e segurança do fluxo de caixa. 

Se você quer saber mais sobre as principais dicas e assuntos relacionados à gestão condominial, acompanhe a Holder no Instagram!

Role para cima